2

HANDS CLEAN

Posted by Clenio on 18:01 in ,
Ok, desisto de você. Desisto de tentar te fazer entender o quanto te amo, ou o quanto poderíamos ser felizes juntos se a sua obsessão pela infelicidade não fosse maior do que sua vontade de amar e ser amado. Desisto de procurar te fazer ver a vida e a você mesmo através dos meus olhos apaixonados. Apaixonados, sim, quem há de discordar disso se dos meandros labirintícos do meu coração só quem sabe sou eu? Me apaixonei por você, por sua voz, por seu jeito desprotegido disfarçado sob uma casca de tristeza e dor. Me apaixonei pelos planos que fiz com você, pela vontade que tive de mudar minha vida por sua causa, pelos momentos de alegria que te proporcionei - porque eu sei que fiz isso. Me apaixonei até pelo fato de ter visto, em você, a ressurreição de um sentimento que eu considerava morto e enterrado. E de uma coisa estou certo: dessa vez eu não fiz nada errado.

Tenho minhas mãos limpas de qualquer mentira, traição, jogos sujos. Elas estão absolutamente limpas de qualquer dou-não-dou, faço-não-faço, quero-não-quero. Eu sempre quis, desde o momento em que as coisas começaram a sair do controle dos nossos sentimentos. Eu nunca tive medo, nunca tive dúvidas, nunca tive nada além de amor, carinho, amizade e desejo. Estou com as mãos totalmente limpas de culpa, de remorsos, e até mesmo de rancor. Se eu pude ser tão ingênuo de acreditar em ser feliz a culpa não é sua. Disso sim, eu me culpo. Isso não pode ser lavado das minhas mãos, mas terei que aprender a lidar com isso.

Terei também que aprender a lidar comigo mesmo. Achar novas e mais inteligentes maneiras de ser feliz. Aprender a buscar em mim e não em outras pessoas - muitas vezes ainda mais perdidas do que eu mesmo - o caminho para suportar uma existência que na maioria das vezes é frustrante e injusta. Eu tomarei as rédeas da minha vida, como já deveria ter feito há muito. É uma pena que tenha que ter sido mais essa latejante dor a me obrigar a isso, mas viver não tem mapa, não tem ensaio... e nem muito menos um final feliz completo, de novela das seis.

Tenho as mãos limpas, assim como minha consciência. Todas as chances que poderia ter dado, eu dei. Todas as oportunidades e argumentos lhe foram oferecidos. Lutei, batalhei, até o bagaço. Admito que cansei! O amor ficará? Quem sabe? Se for amor, como disse Nelson Rodrigues, jamais acabará. Só o tempo pode dizer com certeza. Tudo está limpo em mim, agora. Minhas mãos, minha consciência, meu coração vagabundo que quis guardar você em mim... Sobra entre nós a admiração, o carinho e a certeza de que não foi por acaso que nos esbarramos por aí...

PS - Como sou brega, deixo a letra de uma música da Jovem Guarda como epílogo. Sim, eu conheço Jovem Guarda e sim, eu ouvi Wanderléa ontem e a letra me disse tudo que eu precisava ouvir. "Eu já nem sei se gosto de você, ou se gostei. Você me magoou e eu nem liguei e nem senti vontade de chorar... Meu coração não sente mais nenhuma emoção, meus olhos já não vêem com paixão aquele seu jeitinho de me olhar... Você não foi aquele que eu queria para mim, o amor que eu esperava não ter fim e que parece agora.. se acabou. Só resta então dizer adeus sem medo de chorar pois a saudade não vai maltratar um coração que não tem mais amor.."

|

2 Comments


Nossa, perfeito, até a música, lindo mesmo, expressou EXATAMENTE o meu sentimento, mas ainda estou numa fase de "mais uma tentativa" sabe, ainda não consigo assumir... enfim... tb saio de mãos limpas, parabéns pelo texto e sei que vai passar tb por isso!


Uau, muito bonito mesmo!

Copyright © 2009 Lennys' Mind All rights reserved. Theme by Laptop Geek. | Bloggerized by FalconHive. Distribuído por Templates